Monday, March 10, 2008

DE VOLTA...


Caros amigos, caros bloggers... vocês que por aqui passam volta e meia para ler as últimas "blogonews", vocês que me têm enviado sms ou mails a pedir para fazer um up-date deste espaço... mil desculpas por não escrever nada há tanto tempo. Sei que estão todos impacientes para conhecer mais pormenores sobre as minhas aventuras pela Índia. Devem também perguntar o que tenho feito desde que voltei e ainda mais curiosos estarão em relação ao que vou fazer agora, não é?! Prometo honrar todas as minhas promessas de cafés, lanches, jantares, festas e fins-de-semana, o quanto antes.

Pois bem, a Índia foi de facto um país que bateu forte. Ainda ouço o eco da cacofonia daquelas ruas, ruelas e becos negros de gente. Creio que "formigueiro" poderia ser um bom sinónimo para aquele país, não fosse ele tão desorganizado! Burocracia, falta de higinene, sujidade, macacos, vacas, ratos e porcos no meio das ruas em terra batida, de onde, de repente se erguem shoppings`ao estilo europeu... foram algumas coisas que lá encontrei! É preciso ter algum "estômago" para enfrentar as centenas de pedintes que vêm suplicar por uma moeda! Não é um país para passar umas férias relaxadas à sombra da bananeira. E também não tem todo aquele romantismo "tajmahalesco" que se vê nas revistas e reportagens televisivas. No entanto, vale a pena.

Depois de ter ido uma primeira vez constatar com os meus próprios olhos a verdade daquele país (e claro, não vi, com certeza, o mais chocante), é com muita racionalidade que tive de pensar na proposta de emprego que me foi oferecida. Uma ponderação racional e responsável cuja decisão final nunca é final. Se um dia penso "Vou. É isto..." , no outro, tenho um ataque de preguiça e comodismo que me levam a pensar "Hum.. se calhar, tenho de pensar melhor". É uma decisão algo difícil que poderá ter consequências relativamente profundas na minha vida futura.
Depois de muita ponderação, decidi aceitar oficialmente a proposta de emprego e ando agora a tratar das centenas de papéis de que necessito para tudo e mais alguma coisa. Embora, como já disse a dezenas de pessoas, continua com um tal "pressentimento" que me leva a crer que à última da hora algo vai correr mal... não sei.

Entretanto, desde que decidi sair do meu emprego anterior, tenho tido imenso tempo para finalmente fazer várias coisas que já não podia fazer há imenso tempo, como por exemplo, perder-me horas e horas numa livraria, ver 3 ou 4 episódios seguidos das minhas séries preferidas, acordar às 11h da manhã se me apetecer, ir a concertos de jazz a meio da semana sem ter de correr de volta para casa por no dia seguinte ter de acordar cedo, ir tomar um café depois de almoço à beira mar e ler um livro, aguentando os raios de sol na cara. Há coisas fantásticas, não há?!

E o mais engraçado, é que já não odeio a 2ªfeira! :)

0 comments:

Post a Comment



Hope you are enjoying my blog!

To avoid spam, comment moderation is enabled and may delay your comment.

Hope to see you again soon! :)
Nat