Monday, December 08, 2014


Na sequência da minha publicação menos boa em relação a, para já, um restaurante de Portimão, decidi falar sobre alguns restaurantes que já experimentei, que não "desgostei" mas que não provavelmente não irei repetir...


Os Razoáveis

1) O Retiro do Peixe Assado, Zona ribeirinha, Portimão
O cliente escolhe, logo à entrada, o pedaço de peixe que vai querer comer. A posta, o lombo, o filete ou o peixe escolhido é pesado e depois grelhado. A apresentação do peixe, logo à entrada, numa mini bateira ou barco é engraçada. O espaço é gigante, não há outra palavra! Trata-se de uma antigo armazém que foi todo recuperado. Pessoalmente, não sou fã de espaços tão grandes porque acho que se tornam muito impessoais. Mas, lá está, são opiniões. No dia em que fomos lá almoçar, o grande pico da hora de almoço já tinha passado e notava-se... muitas mesas por levantar, os empregados suados e visivelmente cansados de tantos quilómetros percorridos. Se fazer o pedido já foi demorado, então a comida chegar ainda foi mais. Ficámos à espera no total cerca de 45 minutos. A comida foi boa mas não excelente. Lá está, foi razoável... Ler mais sobre o restaurante

2) O Viriato, V6, Portimão
O Sr. Viriato é albicastrense e está em Portimão, há pouco tempo. O espaço é pequeno, há uma tentativa de decoração harmoniosa mas não muito bem conseguida. Segundo ele, as suas francesinhas são melhores que as do Porto, então fomos comprovar. Eu acabei por pedir "Lagartos de Porco Preto grelhados" que vieram acompanhados de uma migas de broa, feijão e grelos muito boas, batatas fritas, arroz e uma rodela de abacaxi. O meu namorado pediu a tal francesinha e gostou. Eu não pude deixar de provar... e quem gosta de francesinha irá concordar comigo quando digo que o molho faz toda a diferença.... e o molho do Viriato não me convenceu. Provámos o bolo de bolacha, especialidade do Viriato e para ser franca adorei o sabor mas alguma coisa tinha corrido mal, pelo menos, naquele bolo... nem sei bem explicar... parecia que as bolachas estavam todas coladas umas às outras e que o molho (neste caso leite condensado) tinha ficado todo à volta das bolachas e não entre elas. Mas o sabor estava lá... Quando a conta chegou, achei que era ligeiramente puxado para o que tínhamos comido :  35€ para 2 pessoas.

3) Lúcio, zona ribeirinha, Portimão
Uma casa dos anos 60 que ainda não deve ter visto grandes mudanças desde os seus inícios. É um negócio de família... pai, mãe, filhos trabalham todos lá. E os clientes são já família pois alguns já frequentam o restaurante há anos. Os pratos das diárias são económicos e bons. Eu provei a caldeirada de corvina e gostei. A conta ficou a baixo dos 10€ por pessoa. Mas o restaurante precisava mesmo de uma lavagem de cara... Fica junto à ponte antiga de Portimão.


4) Mata Porcos, Rua Direita (conhecida por "rua das lojas"), Portimão
Um restaurante atípico. Uma sala não muito grande com parede decoradas com os mais diversos quadros, objectos e pinturas. Uma cozinha minúscula que nem sei como conseguem lá cozinhar. Mais parece a sala de jantar do vizinho do que um restaurante, o que dá um toque engraçado à coisa. Os donos almoçam na sala com os clientes. As diárias são muito económicas. Quando lá fui comi sardinhas assadas com batas cozidas com a pele e salada. Simples mas bom e barato. Cerca de 8€ por pessoa. 

0 comments:

Post a Comment



Hope you are enjoying my blog!

To avoid spam, comment moderation is enabled and may delay your comment.

Hope to see you again soon! :)
Nat